Segunda-feira, 31 de julho Bom dia! Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado.

Tropas nas ruas do Rio…. e tropas em Brasília. Se de um lado as Forças Armadas agem na segurança na capital carioca, na política, governistas traçam estratégias para blindar Temer na semana que deve decidir os rumos da denúncia contra o presidente. Ontem, o peemedebista fez uma visita-relâmpago ao Rio e prometeu até prorrogar a permanência do Exército na cidade em 2018. Horas depois, ele se encontrou com aliados em busca de votos na Câmara. Na Venezuela, a oposição convocou marchas por todo o país um dia depois da Assembleia Constituinte proposta por Maduro. E para quem quer aquela grana extra, hoje é o último dia para sacar o dinheiro das contas inativas do FGTS.

 Temer visita tropas das Forças Armadas no Rio de Janeiro neste domingo (30) (Foto: Alan Santos/Presidência da República)

Temer visita tropas das Forças Armadas no Rio de Janeiro no último domingo (30) (Foto: Alan Santos/Presidência da República)

Presidente denunciado

A semana no Congresso, que volta a trabalhar após o recesso, deve ser mais uma vez dominada pela discussão sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer. A votação deve ser na quarta (2), se houver quórum (mínimo de 257 deputados). O vice-líder de governo diz que a orientação para a base aliada é marcar presença na votação, mas Temer foi avisado por aliados que terá menos votos que o previsto, segundo o colunista do G1 Gerson Camarotti. Se a oposição não registrar presença no plenário, pode ser que a votação seja adiada.

Constituinte na Venezuela

Após 8 milhões de venezuelanos irem às urnas no domingo (30) escolher os deputados que vão compor a Assembleia Constituinte para redigir uma nova Constituição, a oposição deve ir de novo às ruas protestar. A eleição convocada pelo presidente venezuelano, Nicolás Maduro, foi boicotada pela oposição e condenada por dezenas de países – inclusive o Brasil.

 Eleitor se identifica antes de votar para a Assembleia Constituinte em Caracas, na Venezuela, no domingo (30) (Foto: Reuters/Carlos Garcia Rawlins)

Eleitor se identifica antes de votar para a Assembleia Constituinte em Caracas, na Venezuela, no domingo (30) (Foto: Reuters/Carlos Garcia Rawlins)

Contas inativas

Quem ainda não sacou o dinheiro das contas inativas do FGTS precisa correr, pois o prazo termina hoje – e, depois, o valor só poderá ser sacado em caso de doenças graves ou aposentadoria. A Caixa já liberou R$ 42,8 bilhões das contas inativas (98,3% do total disponível para saques), mas cerca de 5 milhões de pessoas ainda não sacaram.

Ensino superior

O Prouni abre hoje inscrição para 77 mil bolsas em universidades privadas. São bolsas remanescentes do processo regular do 2º semestre.

Hoje também sai o resultado do Fies e a inscrição na lista de espera, segundo o MEC. É o processo que terá as regras antigas, com faixa única de juros de 6,5% ao ano.

Guia de carreiras

Continuando a série sobre carreiras do G1, publicamos especial sobre educação física: o curso é para atletas, quem curte esporte ou quer atuar em academias? Veja logo mais o que é fato na carreira.

Enquanto isso, veja os especiais anteriores:

Lava Jato no Rio

O ex-governador do RJ Sérgio Cabral, a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo e o ex-bilionátio Eike Batista serão ouvidos hoje a partir das 13h no processo da Operação Eficiência, desobramento da Lava Jato no Rio. Cabral, Adriana, Eike e mais 6 pessoas são réus na ação.

 Eike Batista e Sérgio Cabral (Foto: Fábio Motta/Ae (2008))

Eike Batista e Sérgio Cabral (Foto: Fábio Motta/Ae (2008))

Curtas e rápidas

Futebol

  • 20h: Vasco x Atlético-PR

Fonte: G1