RESUMO DO DIA: Terça-feira, 5 de dezembro de 2017

O presidente Michel Temer foi ao ataque nos esforços para votar e aprovar ainda neste ano a reforma da Previdência. Em discurso, usou o termo “terrorismo inadequado” ao se referir às críticas sobre mudanças propostas pelo governo. Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil, manteve o tom otimista do Planalto dos últimos dias, e declarou que ‘cresceu muito a probabilidade’ de o governo aprovar a reforma.

‘Terrorismo’

“Muitas vezes, divulgações equivocadas falam que a mudança é para amanhã. Mas 65 anos é para daqui a 20 anos. De vez em quando espalham: ‘olha, vão tomar a sua aposentadoria’. É um terrorismo inadequado”, afirmou o presidente. Diante da falta de consenso entre os parlamentares, o governo articulou uma versão enxuta da reforma. O objetivo é conseguir apoio para aprovar a proposta ainda em 2017.

Eliseu Padilha diz que 'cresceu muito' probabilidade de se aprovar reforma da Previdência

Eliseu Padilha diz que ‘cresceu muito’ probabilidade de se aprovar reforma da Previdência

Quatro pessoas morrem e três ainda estão desaparecidas por causa da chuva em Minas

Quatro pessoas morrem e três ainda estão desaparecidas por causa da chuva em Minas

Submarino argentino

Parentes dos 44 tripulantes do submarino militar desaparecido há 20 dias criticaram o ministro da Defesa da Argentina, Oscar Aguad, que reconheceu nesta segunda em uma entrevista na TV que os tripulantes estão mortos. “Quer dizer que estão todos mortos?”, questionou o jornalista. “Exatamente”, respondeu o ministro. O pai de um tenente disse que as afirmações do político foram “assustadoras”.

  Ministro da Defesa da Argentina, Oscar Aguad, em coletiva de imprensa sobre o caso do submarino desaparecido ao lado do presidente Mauricio Macri e o chefe dos funcionários da Marinha, Marcelo Eduardo Hipolito Srur (Foto: AP Photo/Victor R. Caivano)

Ministro da Defesa da Argentina, Oscar Aguad, em coletiva de imprensa sobre o caso do submarino desaparecido ao lado do presidente Mauricio Macri e o chefe dos funcionários da Marinha, Marcelo Eduardo Hipolito Srur (Foto: AP Photo/Victor R. Caivano)

Jerusalém

O presidente americano Donald Trump ligou para líderes do Oriente Médio para comunicar sua intenção de transferir a embaixada dos EUA em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. A cidade de Jerusalém foi ocupada por Israel em 1967 e é reivindicada pelos palestinos como capital de seu futuro Estado. O presidente egípcio alertou Trump contra “medidas que prejudiquem as chances de paz no Oriente Médio”.

  Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi recebido pelo presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, na sede do governo em Belém, na Cisjordânia, nesta terça-feira (23)   (Foto: Fadi Arouri/ Reuters)

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi recebido pelo presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, na sede do governo em Belém, na Cisjordânia, nesta terça-feira (23) (Foto: Fadi Arouri/ Reuters)

Cantora acusada

A escalada de denúncias de assédio sexual prossegue e desta vez foi uma cantora a acusada. Melanie Martinez foi alvo de denúncia na internet por Timothy Heller, uma aspirante a cantora que diz ter sido a melhor amiga da cantora. A artista negou: “Ela nunca disse não ao que decidimos fazer juntas”. Timothy afirma que Melanie lhe fez sexo oral e usou um brinquedo sexual, sem seu consentimento.

  Melanie Martinez embala o público do palco Axe do Lollapalooza 2017, em São Paulo (Foto:  Guilherme Tosetto/G1)

Melanie Martinez embala o público do palco Axe do Lollapalooza 2017, em São Paulo (Foto: Guilherme Tosetto/G1)

O que fazer na Coreia do Norte

A Coreia do Norte, o país mais fechado do mundo, recebe uma média de 70 mil turistas por ano, segundo estimativas não oficiais. Lá, o visitante não pode tirar foto de tudo o que vê pela frente, sair desacompanhado pelas ruas da capital ou questionar o roteiro de viagens. “Brasileiros não chegam a dez por ano”, calcula Rayco Vega, diretor da KTG, uma agência de turismo sediada na China. Veja mais detalhes.

  Este ano, houve uma queda na procura de turistas internacionais por causa da crescente troca de ameaças entre EUA e Coreia do Norte, diz agente de viagens (Foto: Marcelo Druck /BBC)

Este ano, houve uma queda na procura de turistas internacionais por causa da crescente troca de ameaças entre EUA e Coreia do Norte, diz agente de viagens (Foto: Marcelo Druck /BBC)

Internato hoje em dia

O G1 visitou o maior internato da rede adventista no Brasil, um colégio particular no interior de SP. Lá é preciso obedecer regras. Rígidas, na visão de alguns que precisam cumpri-las. Todos são acordados pela manhã pelos monitores, é preciso estar na escola às 7h15. Os residenciais são separados entre meninos e meninas. Mesmo quem não é adventista precisa frequentar o culto todos os dias.

Saiba como é a vida em um colégio interno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *